Como fazer um contrato de aluguel de quarto.

Tempo de leitura: 2 minutos

Existem dois tipos de aluguel de quartos. O aluguel de temporada, e o aluguel de moradia, tipo aqueles de república estudantil ou imóvel compartilhado. Se você aluga um quarto por menos de 90 dias, então ele é um aluguel de temporada. Agora, se você aluga quartos para estudantes ou profissionais que residem no seu imóvel, então tem alguns detalhes muito importantes que você precisa levar em consideração ao fazer um contrato de aluguel de quarto.

 

Eu preciso mesmo fazer um contrato?

contrato-de-aluguel-de-quarto-easy-houses-02

Essa é uma pergunta que todo anfitrião de república ou moradia compartilhada faz. E a resposta é muito simples.

CLARO QUE SIM!

O contrato é uma garantia de segurança, tanto pAra você quanto para os moradores. Ele evita as quebras de regra, e no caso de conflitos e problemas mais sérios, não adianta recorrer a justiça se você não tiver um contrato. Quer saber outros motivos? Dá uma olhada nesse artigo.

 

O que o contrato de aluguel de quarto precisa ter?

contrato-de-aluguel-de-quarto-easy-houses-03

Bom, o ideal é que você procure ajuda profissional para redigir o contrato, já que cada detalhe é muito importante. A Easy Houses tem um gestor de contrato e pagamento que pode te dar muito mais segurança e facilidade para gerenciar seus quartos. É só acessar esse link para conhecer a ferramenta e se cadastrar.

Mas nós separamos aqui alguns detalhes que você não pode esquecer na hora de fazer seu contrato.

  • Defina todos os detalhes sobre o aluguel. Forma de pagamento, valor, data de vencimento, juros e multa de atraso, e todas as despesas que estão inclusas naquele valor. Por exemplo, muitas moradias incluem a conta de luz, já outras preferem deixar a luz para os moradores pagarem, já que essa conta pode variar muito.
  • Deixe bem claro qual é o quarto que o morador está alugando. Por exemplo, colocar segundo quarto a direita do corredor, suíte no fundo, etc. Isso evita que o morador troque de quarto sem você saber.
  • Se a República ou Moradia compartilhada tiver serviços inclusos, como faxineira, café da manhã ou outros, é importante detalhar no contrato a frequência, os dias e horários.
  • As regras de convivência devem estar bem definidas. Horários de lavar roupa e utilizar a cozinha. Trazer amigos e namoradas/os para visitar ou pernoitar. Se é permitido animais domésticos. E outras regras que sua República tiver.

Esses são apenas os detalhes mais importantes. Por se tratar de algo muito sério, é sempre bom procurar ajuda para fazer um contrato mais seguro, que não vai te trazer dor de cabeça lá na frente. Se precisar, conte com a Easy Houses. Temos uma equipe pronta para te ajudar.

2 Comentários


    1. Olá Betania, tudo joia? Se tiver outras dicas compartilhe com a gente. O objetivo aqui do canal é formar uma comunidade onde possamos trocar ideias. Também temos um e-book completo sobre moradia compartilhada que postamos aqui no blog, ele é um material mais completo. Espero que você goste.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *